22 julho 2006

Olá, novamente.

Só para contar que meu pai está bem melhor esta semana. Não teve alucinações com a freqüências dos últimos meses. E está com um humor melhor. Tem se mostrado bem disposto para fazer a fisioterapia, e já apresenta melhora na sua movimentação física.

E olhe que nem foi mudada a medicação do Parkinson. Mesmo assim, continuamos com dificuldade para conseguir um neuro para acompanhamento à domicílio.

Beijos a todos.

* continuo querendo saber sobre vocês.

4 comentários:

marcilioII disse...

Salve,



Fico feliz em saber que seu pai melhorou. Sobre as alucinaçoes, Vc tem ideia das causas e como controlar isso?
Uns me dizem que é do Prolopa, será verdade?
Um grande abraço e nos mantenha sempre informados.

Reni disse...

O médico dizia que era do Akineton, depois que foi tirado ele melhorou, mas agora as alucinações e confusões são constantes.

Anne Figueiredo disse...

Oi Reni..
Bem, meu vô tem Parkinson há mais ou menos 10 anos, e de uns 3 meses pra cá tem tido alucinações constantes. Mudamos de neurologista já várias vezes, hoje ele naum toma mais Selegilina, mais naum tem resolvido nada quanto as alucinações.
Chegamos a pensar em Alzheimer e em Doenças com corpos de Lewis, mais um dos médicos descartou completamente a hipótese, falando que isso era a consequência dos remédios de uso prolongado do Parkinson..
Antes as crises dele eram até mais espaçadas, mais ultimamente tem sido constantes..ele também acordava a noite falando ver coisas, agressivo e tudo mais, só tem dormido melhor agora pq tá tomando um calmante mais forte.
Não sabemos mais pra onde correr.. nem quero pensar numa possível internação, mais precisamos achar uma solução logo..afinal, não é só ele quem sofre com isso..a família inteira sofre junto não é?

Patrícia Fonseca disse...

Olá novos amigos, Meu nome é Patricia, minha mãe tem parkinson a 18 anos, a 1ano e 2 meses vem tendo tbém alucinações já fez varias trocas de medicamentos + nada resolve, tbém espero resposta, caso eu descobri alguma ajuda comunico, abraços.