08 agosto 2005

Atendendo a pedidos (risos)... estou voltando a postar o depoimentos sobre meu pai.
Bom, desde a última vez que escrevi aqui, muitas coisas aconteceram. Meu pai caiu numa noite, quebrou dois dedos da mão, passou por uma cirurgia...
Existiram momentos depois disto que ele ficou muito mal de saúde. Não conseguia mais levantar sozinho da cama, da cadeira e nem sentar ou levantar do vaso sanitário sozinho. Foi uma luta!
Sua lucidez foi para o espaço.
Eu e meu irmão, fizemos uma experiência de urgência com a medicação, já que não conseguíamos marcar consulta com o médico dele. Aumentamos a dose de vitamina B2, estamos dando o Akineton em doses alternadas (se em um dia damos 1 comprimido à noite, no outro dia damos apenas meio). O Mantidan, continua um comprimido três vezes ao dia.
Não sei se foi isto, mas ele melhorou bastante, começou a fazer uns alongamentos e ensaia uns passos de ginástica em casa (quando tá com vontade). Já se locomove melhor, não precisando tanto da nossa ajuda para levantar e sentar.
Mas, a cabeça dele continua confusa. Às vezes faz xixi nas calças porque não lembra para que lado fica o banheiro. Também acha que vivemos em um tipo de intituíção (acho que lembrança do tempo em que passou em uma casa de recolhimento ao menor, quando perdeu a mãe). Parece que ele confunde um pouco presente e passado.
Sua fixação por dinheiro persiste. E é chato! Comecei a notar que apesar do seu apego ao dinheiro, ele não sabe mais seu valor real (no sentido figurado e literal).
Fora isto, tá tudo certinho.
Vamos reformar o banheiro, adaptando para que ele tenha mais conforto. Na casa que ele ocupava, nós tínhamos colocado o nome dos cômodos em cada porta para ele se guiar, mas não deu certo, porque ele parece não ler, nem entender direito as figuras... Tudo bem que eu desenho mal, mas não tão mal.
Beijos, Dalva, beijos frequentadores do blog!!
Bom início de semana para todos vocês.

Reni