29 julho 2007



PRESENTE DE PILAR JUAN AO BLOG DOENÇA DE PARKINSON

"Olá! Sou Pilar Juan e apresento-lhes Fernando, meu marido. Acho que o cônjuge tem um papel importante quando o casal enfrenta um problema tão sério como esta doença. Contar com seu apoio, sua compreensão, carinho e ajuda é imprescindível e eu tive a sorte da vida ter colocado em meu caminho um anjo chamado Fernando, que não se afasta de mim um segundo e me acompanha nas horas boas e más. Graças a ele ficou mais leve a sobrecarga. Por isso, quero agradecer a todos que são cônjuges de pessoas com Parkinson a ajuda preciosa que nos dão e dizer-lhe que são, verdadeiramente, anjos sem asas.
Cumprimentos e cuidem-se. Pilar"
Fonte: post no blog DP, em 27-7-2007 às 06:27 pm

"Desculpem por não me ter apresentado no post anterior. Simplesmente, esqueci. Faz tanto tempo que conheço este blog que já considero-os como meus familiares. Meu nome é Pilar Juan e sou de Valência, uma cidade da Espanha; tenho 44 anos e convivo com Parkinson há 28. Quase uma vida, não é verdade?. Alguns de vocês já me conhecem através do chat do MSN, como Marcílio, uma pessoa encantadora. Também meu grande amigo Jose Luis Parodi, com quem tenho tido o prazer de atravessar muitas madrugadas e a quem agradeço os conselhos sobre meus desenhos e que me fez um blog maravilhoso. Convido-os a visitá-lo porque encontrarão ali uma surpresa para seu blog. É um presente que lhes dou e que gostaria fosse pessoalmente. É um desenho representando a tristeza, que muitos de nós guardam em segredo e que sempre aflora à superfície. Espero que lhes agrade. Talvez não seja um desenho muito bom, mas foi feito com muito carinho.
Cumprimentos da Pilar."

http://celeste62.blogspot.com/

Fonte: por Pilar em 7/28/2007 02:20:00 PM

Tradução: Marcilio Dias dos Santos

Um comentário:

Poemas de amor e dor disse...

Cara companheira,
Sou também um doente com Parkinson e li o seu testemunho. Também no meu caso tem sido a minha esposa que tem segurado a minha barra. Sem ela o que seria de mim.
Desejo-lhe toda a sorte e o milagre da cura. Se isso acontecer lembre-se de mim, lembre-se de nós que esperamos e desesperamos por um milagre qualquer.
Saudades
Rogério Martins Simões